Como é que podemos garantir a qualidade de vida e a independência de um adulto autista?

Rate this post

O autismo nos adultos deve ser gerido de forma adequada para garantir uma boa qualidade de vida ao doente. Por conseguinte, é importante adotar medidas para prestar um apoio adequado. Infelizmente, os sistemas existentes para os adultos são muito menos extensos do que os existentes para as crianças.

Por isso, aconselhamos-te a prestar especial atenção ao tratamento logo que um adulto seja diagnosticado com autismo. Se não sabes como, podes começar já a ler este artigo!

 

O que é o autismo?

 

O autismo é uma perturbação do desenvolvimento neurológico. Os primeiros sintomas podem aparecer por volta dos 3 anos de idade. Os sintomas podem afetar a comunicação, a interação social ou o comportamento. A gravidade destes sintomas varia, e é por isso que o autismo pode ser identificado mais tarde ou mais tarde na vida de uma pessoa. Por isso, pode acontecer que uma pessoa descubra o seu diagnóstico de autismo na idade adulta.

Não há cura para o autismo, mas é possível fazer terapia para aprender a ultrapassar as fraquezas e as dificuldades.

 

Assegurar uma qualidade de vida impecável aos adultos com autismo

 

Acima de tudo, é importante ter em conta a pessoa com autismo ao tomar qualquer decisão que a afecte. Isto é essencial para os ajudar a ter uma boa qualidade de vida. Por isso, temos de dedicar algum tempo a comunicar e a dar a esse adulto a liberdade de decidir como viver a sua própria vida. Podes então tomar medidas para os ajudar a viver a vida que desejam.

Também será importante ajudá-lo a integrar-se num ambiente normal para que possa continuar a viver normalmente com o seu círculo. A sua vida será simplesmente acompanhada por várias ajudas que te permitirão beneficiar de uma configuração personalizada.

Quaisquer que sejam as decisões que tomes sobre o apoio a um adulto autista, tens de te lembrar de ser flexível. De facto, será importante personalizar as medidas para se adaptarem à situação em tempo real. Os sintomas podem agravar-se de um dia para o outro e requerer um tratamento mais alargado.

Aconselhamos-te também a ocupares-te do ambiente do adulto autista para que ele beneficie do facto de ser escutado e cuidado dia após dia. É evidente que terás de recorrer à ajuda de profissionais qualificados se quiseres obter ajuda para as medidas que tens de tomar. Como membro da família, deves permanecer presente na vida de um adulto com autismo, a fim de lhe fornecer um ponto de referência através de um apoio adequado.

Por último, será importante marcar encontros para participar em vários workshops e desenvolver as tuas competências num ambiente acolhedor. Será possível beneficiar de uma vasta gama de intervenções para ajudar os adultos a desenvolver as suas capacidades de comunicação, bem como as suas capacidades motoras. Todos os pormenores ajudarão um adulto com autismo a sentir-se amado e cuidado na sua vida, para que possa desenvolver-se com toda a segurança.

 

Sintomas em adultos com autismo

 

O autismo é uma perturbação muito variada que pode manifestar-se com sintomas em diferentes áreas e com diferentes graus de gravidade. Regra geral, o autismo é diagnosticado quando a pessoa ainda é uma criança, mas quando os sintomas são mais ligeiros, é possível que a pessoa descubra que tem autismo na idade adulta.

Na idade adulta, os sintomas centram-se mais nos aspectos relacionais e emocionais. Podes sentir falta de interesse pelos outros e dificuldades de comunicação. As pessoas com autismo não compreendem o sarcasmo, o humor ou o significado oculto das palavras. Para ele, cada frase significa exatamente o que diz.

Além disso, a pessoa com autismo tende a falar apenas sobre alguns assuntos específicos, sem tentar compreender o interesse da outra pessoa.

Esta dificuldade de comunicação não ajuda as pessoas com autismo a fazer amigos e pode levar a mal-entendidos.

Outro sintoma que pode ser observado numa pessoa com autismo é a necessidade de rotinas. Estas rotinas permitem às pessoas controlar as suas vidas e o seu ambiente. Para uma pessoa autista, variáveis, mudanças ou acontecimentos inesperados causam frustração e desequilíbrio.

 

A vida de um adulto com autismo

 

É importante lembrar que o autismo é uma perturbação muito ampla e que cada pessoa é diferente. O futuro de cada pessoa pode ser diferente, dependendo da gravidade dos seus sintomas, mas também, e sobretudo, do apoio que recebe e das suas paixões ou personalidade.

Encontrar o teu lugar na sociedade nunca é fácil. Para um adulto com autismo, isto será ainda mais difícil. Tens de descobrir as qualidades da pessoa e investir nela para ajudar à integração.

Além disso, se quiseres integrar-te na vida social ou encontrar um emprego, podes também contactar as associações que ajudam as pessoas com autismo a encontrar o seu caminho.

Quando os sintomas são ligeiros, um adulto com autismo pode levar uma vida normal com um emprego e uma família. Neste caso, o apoio é essencial para que a pessoa se sinta à vontade na sua vida e encontre estratégias para ultrapassar as suas dificuldades.

 

Terapia para o autismo

 

Quando é feito um diagnóstico de autismo, a pessoa deve ser assistida por um profissional de saúde. O objetivo da terapia é identificar os pontos fracos da pessoa e dar-lhe as estratégias e ferramentas necessárias para manter a sua independência na vida quotidiana.

É igualmente importante que a família participe nas sessões ou consultas com os profissionais de saúde. Isto pode ajudá-los a compreender como falar e agir com a pessoa com autismo.

Não é apenas o adulto com autismo que tem de se adaptar, mas também o ambiente que tem de se adaptar a ele.

 

Uma ferramenta para melhorar a qualidade de vida

o meu dicionário actividades dicionário sénior dicionário tablets dicionário distúrbios de comunicação linguagem de deglutição pronúncia

Mon Dico é uma aplicação para tablet que permite às pessoas exprimirem os seus desejos e necessidades através de um banco de imagens agrupadas em 6 temas totalmente personalizáveis.

Esta aplicação é útil para adultos com autismo que têm graves problemas de comunicação. Por vezes, as pessoas têm dificuldade em comunicar o que querem ou precisam. Mon Dico torna-se então um intermediário para comunicar o que não consegue exprimir por palavras. A aplicação pode ser utilizada como substituto da comunicação ou como apoio em situações mais frustrantes para a pessoa.

É importante poder adicionar imagens personalizadas para que as pessoas possam expressar as suas necessidades reais.

FERNANDO, o teu treinador cerebral

jogos para seniores jogos para aprender

Fernando é uma aplicação para tablet ou smartphone com mais de 30 jogos para estimular a função cognitiva. Agradecimentos a Fernandopodes melhorar a tua memória, atenção, lógica e linguagem. Para um adulto com autismo, é importante trabalhar todas as funções cognitivas para poder integrar-se na vida social e encontrar um emprego.

A aplicação também te permite desafiar os teus amigos para jogos online. Isto permite às pessoas com autismo manterem-se em contacto com os seus amigos, mesmo à distância. Além disso, a aplicação pode tornar-se um novo tema de conversa quando se encontram pessoalmente.

Apoio online de um treinador de memória

Reserve sessões de 1 hora com o nosso perito DYNSEO. Durante o coaching, através da aplicação COCO, Fernando ou Carmen, o especialista propõe-te determinados jogos em função das funções cognitivas que desejas melhorar (atenção, memória, linguagem, etc.). Ele ou ela poderá aconselhá-lo sobre os melhores jogos a jogar para o seu objectivo, e fornecer-lhe estratégias a implementar.

Os treinamentos podem ser reservados por :

  • Indivíduos que querem apoio na utilização dos nossos programas: a formação apenas em casa pode ser difícil. Pode perder a sua motivação se não tiver ninguém com quem brincar. Por vezes um parente pode iniciar actividades de estimulação cognitiva, mas é necessária paciência e um estranho pode ser mais fácil.
  • Indivíduos que são acompanhados por profissionais de saúde mas que também realizam actividades em casa: entre sessões com o profissional, é possível treinar em casa. O perito pode aconselhá-lo sobre os jogos mais adequados para as suas necessidades.
  • Indivíduos que estão à espera para iniciar um curso de tratamento : os tempos de espera para uma consulta com um terapeuta da fala e da língua podem ser muito longos. Durante o período de espera, pode iniciar a sua formação cognitiva e ser seguido pelo nosso perito para realizar actividades em conjunto.
coaching personalizado_2

Se você ou os seus entes queridos tiverem problemas cognitivos ou fragilidades, é importante ser monitorizado por um médico ou profissional de saúde. Coaching é uma ferramenta de apoio à utilização dos nossos programas de comprimidos. Não é um substituto para uma avaliação da terapia da fala e da linguagem. Se estiver a utilizar os nossos programas porque tem uma doença, fale com o seu médico.

time_icon

Uma consulta rápida

house_icon<br />

Sem sair de sua casa

icon_advice

Aconselhamento adaptado às suas necessidades

E PARA MAIS INFORMAÇÕES

COCO, PARA CRIANÇAS AUTISTAS

 

COCO é um programa adaptado para crianças autistas que oferece uma coleção de jogos educativos e cognitivos. Os níveis de dificuldade crescentes permitem que as crianças progridam ao seu próprio ritmo. É também essencial fazer uma pausa desportiva a cada 15 minutos de tempo de ecrã para evitar a dependência.

ACOMPANHA UMA CRIANÇA AUTISTA

Neste guia, vamos dar-te conselhos práticos sobre como ajudar uma criança com autismo e como estimular e criar laços com ela. Conselhos úteis para o dia a dia para facilitar a vida dos familiares e profissionais que prestam cuidados.

Ler

FERNANDO, PARA ADULTOS AUTISTAS

Adaptado a adultos com autismo, o programa FERNANDO propõe uma série de jogos para desenvolver os conhecimentos, melhorar a concentração e reforçar as capacidades mentais. FERNANDO foi concebido para ser acessível a todos, mantendo-se ao mesmo tempo atento à saúde mental.

APOIAR UM ADULTO COM AUTISMO

Neste guia, damos-te conselhos práticos sobre como apoiar, estimular e criar laços com um adulto com autismo. Conselhos úteis para o dia a dia para facilitar a vida dos familiares e profissionais que prestam cuidados. Exercícios para trabalhar todos os aspectos.

Outros artigos que te podem interessar: