Formação cognitiva para melhorar a ansiedade

Rate this post

A formação cognitiva é um método utilizado para ajudar pessoas com ansiedade a gerir os seus pensamentos e emoções. A ansiedade é uma perturbação psicológica comum que pode afectar a qualidade de vida de uma pessoa, impedindo-a de desfrutar das suas actividades diárias e deixando-a frequentemente stressada e preocupada. A formação cognitiva centra-se na modificação de pensamentos automáticos negativos e na promoção de estratégias de pensamento positivo para ajudar as pessoas com ansiedade a gerir melhor o seu stress e a melhorar a sua qualidade de vida.

 

 

 

O que é a perturbação da ansiedade?

 

O transtorno de ansiedade é um transtorno psicológico comum que afecta muitas pessoas em todo o mundo. Caracteriza-se por sentimentos de ansiedade, tensão e nervosismo, muitas vezes sem razão aparente. As pessoas com esta perturbação podem experimentar sentimentos de ansiedade, medo e insegurança, mesmo em situações normais do dia-a-dia.

Os sintomas de ansiedade podem incluir palpitações, respiração rápida, suor, tremores, dores de cabeça, náuseas e tonturas. As pessoas que sofrem de ansiedade podem também ter dificuldade em concentrar-se, dormir e comer adequadamente. Em casos graves, a ansiedade pode causar ataques de pânico, fobias e evitar certas situações.

O tratamento da ansiedade pode incluir uma combinação de terapias e medicação, dependendo da gravidade dos sintomas. As terapias comportamentais e cognitivas, que se concentram na mudança de pensamentos e comportamentos, são frequentemente eficazes para ajudar as pessoas a gerir a sua ansiedade. Os medicamentos, tais como antidepressivos e medicamentos anti-ansiedade, também podem ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade.

 

 

 

Os limites da ansiedade na vida quotidiana

 

Relações sociais e familiares

As pessoas com ansiedade podem ter dificuldade em formar relações, comunicar eficazmente e sentir-se confortáveis em situações sociais. Podem sentir-se isolados e retirar-se da vida social, o que pode agravar a sua ansiedade e estado emocional.

 

 

Saúde física

A ansiedade pode afectar a saúde física de uma pessoa. As pessoas que sofrem de ansiedade podem sofrer de perturbações do sono, dores de cabeça, dores musculares e dores abdominais. Podem também ser mais susceptíveis de desenvolver doenças cardiovasculares e sofrer de problemas digestivos.

Desempenho profissional

Esta ansiedade é susceptível de afectar o desempenho profissional de uma pessoa. As pessoas com ansiedade podem ter dificuldade em concentrar-se, tomar decisões e gerir o stress em situações de trabalho stressantes. Isto pode afectar a sua capacidade de desempenhar as suas tarefas, interagir com os colegas e progredir nas suas carreiras.

 

 

 

Quais são os efeitos psicológicos da ansiedade?

Saúde mental

A ansiedade pode causar sintomas tais como agitação, irritabilidade, nervosismo e tristeza. Estes sintomas podem levar a uma diminuição da auto-estima, a uma perda de interesse nas actividades diárias e a uma deterioração da qualidade de vida em geral.

Tomar decisões

As pessoas com ansiedade podem ter dificuldade em concentrar-se, tomar decisões importantes ou pensar de forma clara e racional. Isto pode ter um impacto negativo na sua vida profissional e pessoal.

Um exemplo concreto do impacto da ansiedade na saúde mental é uma pessoa com ansiedade social. Esta pessoa pode ter medo de falar em público, de conhecer novas pessoas ou de participar em actividades sociais. Este medo pode levar a uma deterioração da auto-estima, a uma diminuição do interesse em actividades sociais e a uma deterioração da qualidade de vida em geral.

 

 

Perturbações do sono

 

As pessoas com ansiedade podem ter dificuldade em adormecer, ficar a dormir ou acordar cedo pela manhã. Isto pode levar ao cansaço diurno, à redução da concentração e produtividade, e a um aumento do risco de acidentes.

 

 

benefícios do sono para a saúde mental

Quais são os efeitos somáticos da ansiedade?

 

 

Ritmo cardíaco e pressão sanguínea

Um dos efeitos somáticos mais comuns da ansiedade é o aumento do ritmo cardíaco e da pressão sanguínea. Esta resposta fisiológica pode ser benéfica em situações de stress agudo, uma vez que permite ao corpo reagir rapidamente. No entanto, se esta resposta se tornar crónica devido à ansiedade persistente, pode levar a uma tensão arterial elevada e a um aumento do risco de doença cardiovascular.

 

O sistema respiratório

As pessoas que sofrem de ansiedade podem experimentar sentimentos de asfixia, falta de ar ou dificuldade em respirar. Isto pode levar à hiperventilação, que por sua vez pode causar tonturas, formigueiros e sentimentos de fraqueza.

O sistema digestivo

As pessoas com ansiedade podem sentir náuseas, vómitos, dor abdominal ou diarreia. Estes sintomas podem ser devidos ao aumento da actividade no sistema nervoso simpático, que controla a resposta “luta ou fuga” do corpo.

Que profissionais de saúde podem ajudar as pessoas com ansiedade?

 

Psiquiatras

Os psiquiatras são médicos especializados no tratamento de perturbações mentais. São capazes de diagnosticar e tratar distúrbios de ansiedade usando uma combinação de terapias medicamentosas e não medicamentosas. Os medicamentos prescritos pelos psiquiatras podem ajudar a reduzir os sintomas de ansiedade, incluindo nervosismo, tensão e pânico. Os psiquiatras ajudam a fornecer terapias como a terapia cognitiva comportamental (CBT) para ajudar os pacientes a mudar a forma como pensam e reagem à ansiedade.

 

Psicólogos

São profissionais da saúde mental que se concentram na compreensão e no tratamento de distúrbios psicológicos. Podem ajudar as pessoas com ansiedade, fornecendo terapia cognitiva comportamental. A TBC é uma forma de psicoterapia que ajuda as pessoas a identificar e mudar os pensamentos e comportamentos que contribuem para a sua ansiedade. Os psicólogos são capazes de proporcionar uma terapia de exposição, que ajuda os pacientes a ultrapassar o seu medo, expondo-os gradualmente a situações que causam a sua ansiedade.

 

psicólogo e profissional de saúde mental

Assistentes sociais

São profissionais da saúde mental que podem ajudar as pessoas com ansiedade, fornecendo apoio prático e emocional. Podem ajudar os doentes a navegar no sistema de cuidados de saúde mental, encontrar recursos comunitários e obter benefícios por incapacidade. Os assistentes sociais podem também fornecer competências de escuta, conselhos de gestão do stress e capacidades de comunicação para ajudar os doentes a gerir melhor a sua ansiedade.

 

 

 

Consultores de saúde mental

Podem ajudar as pessoas com ansiedade, fornecendo terapia cognitiva comportamental. Os conselheiros de saúde mental são treinados para ajudar os pacientes a identificar as causas subjacentes à sua ansiedade e a desenvolver estratégias para lidar com elas. Podem também ajudar os pacientes a aprender técnicas de relaxamento e meditação para reduzir a sua ansiedade.

 

 

Os benefícios da formação cognitiva para pessoas com ansiedade

 

 

Desenvolvimento de competências

A formação cognitiva para a consciencialização de competências envolve ajudar os indivíduos a reconhecer as suas próprias competências e realizações passadas, a fim de construir auto-estima e confiança. Isto pode ser feito utilizando técnicas como a reflexão, o jornalismo, a prática da auto-observação e o incentivo à participação em actividades de construção de perícia.

Por exemplo, uma pessoa pode ter baixa auto-estima na comunicação interpessoal. Ao utilizar a formação cognitiva para estar consciente das suas competências, ela pode ser encorajada a reflectir sobre situações em que comunicou eficazmente com outros, a manter um diário das suas realizações de comunicação e a participar em actividades que reforcem as suas competências, tais como juntar-se a um grupo de discussão.

 

 

Ansiedade social

A formação cognitiva para superar a ansiedade social implica ajudar os indivíduos a mudar os seus pensamentos negativos e a adoptar uma perspectiva mais positiva e realista sobre as situações sociais. Isto pode incluir técnicas como a psicoeducação, modificação do pensamento negativo, relaxamento e exposição progressiva.

Por exemplo, uma pessoa com ansiedade social pode ter pensamentos negativos tais como “todos me julgarão” ou “cometerei um erro embaraçoso”. A formação cognitiva pode ajudar esta pessoa a substituir estes pensamentos por afirmações positivas e realistas, tais como “as pessoas não me julgam tanto como eu penso” ou “todos cometem erros e isso não me torna uma pessoa má ou embaraçosa”.

 

 

 

Os benefícios da formação cognitiva sobre a ansiedade

 

 

 

Processamento de informação

Com a força das funções cognitivas, os indivíduos podem processar melhor a informação e aprender a regular as suas emoções. Por exemplo, ao melhorar a sua atenção, podem concentrar-se melhor em tarefas importantes e evitar serem distraídos por pensamentos ansiosos ou estímulos ambientais sem importância. Em particular, uma evolução na memória de trabalho, podem processar melhor a informação em tempo real e evitar sentir-se sobrecarregados por situações complexas ou estressantes.

 

 

Flexibilidade mental

Ao melhorar a sua flexibilidade mental, os indivíduos podem adaptar-se melhor às situações em mudança e encontrar soluções criativas para os problemas. Isto pode permitir-lhes enfrentar mais eficazmente os desafios e reduzir a sua ansiedade, evitando sentir-se desamparados ou presos em situações difíceis.

 

 

Capacidade de tomar decisões

Ao aumentar a capacidade de tomar decisões, as pessoas podem controlar melhor o seu ambiente e evitar situações que possam desencadear a sua ansiedade. Podem também aprender a avaliar os riscos de forma realista e tomar medidas para os minimizar, o que os pode ajudar a sentir-se mais seguros e mais confiantes.

FERNANDO, um programa de formação do cérebro para ajudar pessoas com ansiedade

FERNANDO é um programa de formação de cérebros, que ajudará as pessoas com ansiedade a melhor processar informação, regular as suas emoções, adaptar-se a situações em mudança e tomar decisões informadas.

O programa de formação cerebral FERNANDO foi concebido especificamente para adultos para manter o cérebro saudável através de exercícios cerebrais divertidos e desafiantes. Tem mais de 30 jogos cognitivos e concentração, foco, reflexos, linguagem e muitas outras funções cognitivas.

treino de memória do treinador cerebral joe

Descarregue FERNANDO, o seu treinador cerebral e desfrute de um teste de 7 dias

Telecharger Googleplay,  Jogos de memória e treino do cérebro

Outros artigos que lhe possam interessar:

Optimized by Optimole